Cannabis.com.pt
Novo Fórum em:

forum.cannabis.com.pt

Uso Medicinal da Canábis!!

Ir em baixo

Uso Medicinal da Canábis!!

Mensagem por WhitBud em Qui Jul 23, 2009 2:02 am

Uso Medicinal da Canábis!!


No início do século XX o uso de Canábis para tratamentos de doenças entrou em decadência por todo o mundo devido principalmente ao desenvolvimento da medicina ocidental. Até então, era difícil de se obter efeitos replicáveis nos tratamentos devido a diferenças nas amostras das plantas. Além disso, nessa época ainda não tinham sido separados os princípios activos da Canábis e os remédios eram fabricados através de extractos da planta. A eficácia desses extractos dependiam de diversos factores como a origem da planta, idade e modo de preparação. Para piorar a situação da Canábis, no final do século XIX desenvolveram-se uma grande variedade de remédios prescritos para as mesmas doenças as quais a Canábis era utilizada. Essa variação da eficácia e a competição com remédios sintéticos levaram a uma diminuição do uso da Canábis na medicina.



A partir de 1937, a suprema corte dos Estados Unidos criaram uma série de leis que dificultavam o uso de Canábis, desde pagamento de multas, até prisões. Em 1941 a Canábis foi retirada de vez da farmacopéia americana. A essa altura, em plena II Guerra Mundial, a América se recuperava da crise e começava a se tornar a maior nação capitalista do mundo. Logo, o que era decidido na América rapidamente se espalhava pelo mundo, e não foi diferente com a proibição da Canábis.


O uso recreativo da Canábis aumentou muito a partir da segunda metade do século XX. Para se ter uma ideia, em 1967 cerca de 5% dos jovens americanos utilizavam Canábis. Esse número aumentou para cerca de 64% em 1982, ou seja, mais da metade da população de jovens. Em 1964 a estrutura do THC foi descoberta por Gaoni e Mecholaum, que contribuíram para a proliferação de estudos da Canábis. A partir de 1965, a pesquisa sobre a Canábis voltou a crescer devido ao aumento do uso e ao melhor conhecimento sobre os componentes da erva. Um grupo de pesquisadores brasileiros liderados por Carlini, tiveram importância fundamental na descrição da interacção do THC com outros canabinóides. As publicações sobre os efeitos da Canábis atingiu o auge em 1970, quando voltou a ser posta de lado até 1990 quando conseguiram descrever e clonar receptores específicos no sistema nervoso central para canabinóides e subsequentemente ocorreu o isolamento da anandamida, um outro canabinóide.

Com o aumento de estudos sobre a Cannabis, o interesse médico pela erva retornou e, dessa vez se utilizando de métodos mais apurados, estudos são feitos para provar a eficácia de canabinóides em doenças como epilepsia, insônia, espamos, vomitos, dores, glaucoma, asma, Síndrome de Tourrete, entre outros. Para algumas doenças os efeitos benéficos dos canabinóides já estão quase provados como efeitos anti-eméticos, estimulador de apetite, analgésico, e sintomas de esclerose múltipla para o THC e epilepsia, ansiedade, inflamações, neuroprotetor (Sim protege o cérebro contra danos!!) e psicoses para o canabidiol, outro canabinóide. Hoje em dia já é permitida pela FDA (Food and Drugs Administration), uma instituição que regula a produção e venda de alimentos e drogas, a comercialização de remédios feitos a partir de canabinódes, como o Marinol, derivado do THC.


Mas nem tudo é um mar de rosas. Também é provado cientificamente que um uso intensivo pode causar déficits cognitivos e é considerado um fator de risco para o desenvolvimento de psicoses em adoelscentes vulneráveis (ou seja, que tenham outros problemas sociais).

por Dr. Moura Verdini

Fonte:Hempadao
avatar
WhitBud

Mensagens : 190
Data de inscrição : 06/07/2009

Sistema de Cultivo
Tipo de Cultivo:
Iluminação:
Substrato:

http://www.cannabis.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum